Resenha: Neverland part. 2‏

No post de hoje, estarei contando um pouco do segundo episódio da mini série Neverland, que conta a história da rixa entre Peter Pan e o Capitão Gancho.

>>SPOILLERS DE NEVERLAND PART.1<< 

Terra do nunca, ano desconhecido.

O final do primeiro episódio foi de arrasar, e nos mostrou que mesmo depois de criar Peter e tratá-lo como um filho, Gancho continuava colocando o garoto em segundo plano, tanto que Peter teve um final não muito agradável. Salvo por Tinker Bell, ele é levado até a casa dos Espíritos das Árvores, onde recebe um banho do “pó mágico”, que lhe dá o poder de voar.

Se o primeiro episódio já foi emocionante e recheado de aventuras, imagine só o que vem por aí: os piratas estão cada vez mais perto de conseguirem o tão sonhado pó, e encontrarão um jeito de destruir a casa do povo das fadas e dos índios só para que Bonny consiga adquirir os mesmos poderes que Peter conseguiu.
Mas... Se vamos cometer alguns erros, nada mais justo que aprender com eles, correto? Peter vai aprender da pior forma possível que as pessoas mudam, e que elas não são aquilo que parecem, mas também aprenderá a confiar nos amigos e ajudar os outros, e o mais importante: a manter seu coração puro.

Peter é novo e sonha todos os dias em voltar para casa, esse é o seu maior desejo, mas não será assim tão fácil voltar, principalmente se levarmos em conta que os piratas estão sempre um passo á frente, e que ele parece confiar em Jimmy mesmo quando não deveria.

Só Peter pode prevenir uma guerra que pode acabar com os índios e Espíritos das Árvores, mas como ele vai conseguir a confiança de todos, depois de tudo o que fez para ter Jimmy de volta?
Esse é o segundo e ultimo episódio da série, mas poderia ser uma temporada toda e nós nem perceberíamos. A tensão e emoção estão presentes em todos os momentos, em todas as cenas, os personagens estão ainda mais corajosos e marcantes, coisas acontecem o tempo todo, mais do que o imaginável, eu diria. Nunca assisti nada tão completo e original antes, e é uma pena que tenha acabado tão rápido.

Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig