Resenha: Zoo

O que aconteceria se todos os animais se voltassem contra nós?

O ataque de leões num zoológico nos Estados Unidos gerou pouca repercussão, afinal, isso acontece o tempo todo, não é mesmo? Mas quando outros ataques acontecem, causados por lobos, cães e até mesmo pássaros, as autoridades começam a ficar com medo. É hora de agir.

É aí que um grupo de cinco pessoas com habilidades totalmente diferentes é formado. A missão desse grupo é descobrir o que está acontecendo com os animais, e como parar esse processo antes que seja tarde demais, e a raça humana seja extinta.
Compõem esse grupo o especialista em comportamento animal Jackson Oz, a jornalista Jamie Campbell, o guia de safaris Abraham Kenyatta, Chloe Tousignant, uma agente francesa, e Mich Morgan, patologista veterinário. No início eles não se bicam, afinal, mal se conhecem e não fazem ideia do que está acontecendo com a natureza, então estão bem confusos. Mas ao longo da série acabam tornando-se amigos, e as descobertas são impressionantes.
Jackson e Abraham se conhecem há muito tempo, são melhores amigos e trabalham juntos nos safaris africanos. Eles ficam a par dos acontecimentos quando sofrem um ataque de leões, juntamente com Chloe, que estava passando sua lua-de-mel (sozinha) na África. Jackson é filho de um cientista que ficou louco com uma teoria que dizia que os animais não mais temiam o ser humano, e que tinham um olhar desafiador. Olhar esse que Jackson viu num dos leões que o atacara. Olhar que esse que começa a aparecer em todos os animais do mundo.
Jamie e Mich conhecem-se quando ela investiga o ataque de leões no zoológico, tentando descobrir se suas suspeitas estão certas, e se o tal ataque pode ter sido causado por uma empresa alimentícia/farmacêutica/etc que produz dezenas de produtos diferentes para animais e os exporta para todos os continentes. Ela tenta encontrar falhas na tal empresa há anos, mas nunca obteve sucesso.

Os primeiros episódios não são AQUELA coisa, mas a série melhora consideravelmente a partir daí. Os efeitos são terríveis, dá para ver que os animais foram feitos no computador, e algumas cenas chegam a ser um pouco bobas, mas eu gostei bastante da primeira temporada em si. É interessante ver que os animais estão mudando, unindo-se e ficando mais inteligentes para derrotar uma raça que os extingue, mas é ainda mais interessante entender o quê os deixou assim.
As respostas para as nossas perguntas demoram um pouco a chegar, mas uma hora elas chegam. Imagino que a série não seja como o livro em que foi inspirada, dizem que a história escrita por James Patterson e Michael Ledwidge é cem vezes melhor, mas a série também é muito boa. A primeira temporada acaba numa cena crítica que deixa o telespectador imaginando mil coisas. O que acontecerá a seguir?

Por mais que não seja perfeita, a série conseguiu me surpreender bastante. Gostei dos personagens (com exceção de Chloe) e de suas histórias (passado, interesses, habilidades, etc.) e do rumo que a história tomou. É bem tensa e eletrizante, então estou bastante animada para saber o que acontecerá na segunda temporada, que foi renovada em outubro de 2015. Zoo é exibida pelo canal Space no Brasil e logo estará disponível na Netflix.

DRIELY
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig