Resenha: Rookie Blue

Rookie Blue é uma série de TV transmitida pela emissora ABC com origem canadense. No vocabulário inglês, Rookie significa novato, e blue é a cor do uniforme dos policiais no Canadá. Sendo assim, a série conta a história de cinco novatos recém formados na Academia policial.
Andy McNally, Chris Diaz, Dov Epstein, Traci Nash e Gail Peck são os mais novos policiais da 15ª divisão policial da cidade, e, agora que já foram treinados, estão prontos para atuarem como tal. Mas o que eles não imaginam é que a vida nas ruas é muito mais difícil do que eles estavam preparados para. Apontar uma arma para alguém e atirar não é fácil, nem mesmo usar um disfarce para uma operação perigosa que pode lhes custar a vida. Além de tudo isso, eles ainda precisam lidar com os problemas do dia-a-dia e suas vidas pessoais.

McNally é uma garota que sempre sonhou em ser policial, principalmente porque seu pai fora um, então ela estava "acostumada" com viaturas desde pequena; Chris é um rapaz que segue as regras e não gosta de correr riscos, portanto, acaba sempre ficado para trás; Dov está em busca de aventuras, é dono de um senso de humor que, muitas vezes, acaba incomodando os outros policiais, e não é levado muito a sério por conta disso; Traci é mãe de um menino de 6 anos de idade, então, além de ser uma boa policial, ela também precisa arranjar um jeitinho de ser uma boa mãe; Gail é filha de policiais de alto escalão, então pode ser que seja mais fácil para ela conseguir o que quer.
É difícil estereotipar os personagens por aquilo que eles são na primeira temporada, já que, algum tempo depois, percebemos que eles não somente uma garota ambiciosa, um aventureiro, etc. Uma personagem que me encantou desde o início foi Gail, mesmo sendo uma vaca desde sempre e puxando o tapete dos outros para se dar bem. Percebemos cedo que, por debaixo da máscara ignorante e cética, ela é alguém sensível, e ver que seus colegas acham tão pouco dela a deixa cada vez mais magoada, fazendo com que use seu mau humor para afastá-los.

Uma coisa que eu gosto muito nessa série, é que, apesar de terem suas diferenças e rixas, os rookies são amigos e estão sempre ajudando uns aos outros, preocupados com o bem estar dos amigos e arriscando suas vidas pelo trabalho que exercem, e o qual amam. É claro que ser um policial é um risco muito grande, e vemos na série quão perigoso pode ser entrar disfarçado num grupo de traficantes ou investigar um serial killer, mas os personagens não se deixam abalar.

Acho que os policiais veteranos também merecem destaque, afinal, foram eles quem cuidaram dos rookies quando eles chegaram, e os treinaram para as ruas. Sam, Noelle, Oliver, Frank e Jerry.
Rookie Blue é uma série que já começa boa, mas que conquista com o passar dos episódios. Já na segunda temporada, me vi viciada nos problemas dos personagens, e torcendo (e shippando, não vou negar) para que alguns ficassem juntos. É uma série simplesmente espetacular, e vi em alguns blogs que ela foi descrita como Grey's Anatomy da polícia, (também amo), o que é um elogio e tanto. Enfim, para quem gosta de séries policiais e com um bom drama, é uma ótima aposta. E para quem não gosta, pode mandar a ver também, porque com certeza vai passar a gostar.
Rookie Blue é exibida na emissora Universal Channel no Brasil às 17h, e já consta com 6 temporadas, sendo que a 6ª teve seu último episódio lançado em setembro/2015.
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig