Resenha: Black-ish‏

Black-ish é uma comédia familiar que começou a ser exibida em setembro de 2014 pelo canal ABC, sendo que até agora tem uma temporada com 24 episódios, todos com uma média de 25/30 minutos.
Dre é um homem que está prestes a ser promovido na empresa onde trabalha, ele é um dos poucos funcionários negros da Stevens & Lido, e ocupar um cargo tão importante faz com que ele se sinta orgulhoso da sua raça, e ao mesmo tempo com que pense se está educando seus filhos corretamente, pois eles não parecem valorizar a cultura negra tanto quanto ele, e está disposto a mudar a situação.
Ele e sua esposa, Rainbow, fazem de tudo para que os quatro filhos tenham tudo o que eles não tiveram quando crianças, mas ao longo dos episódios, tentam maneiras diferentes de fazer com que os filhos mimados aprendam algumas lições, como trabalhar para ganhar o próprio dinheiro. Tentam também unir a família, que aos poucos vai se distanciando quando os filhos começam a crescer. Porém, às vezes eles acabam exagerando um pouco em algumas coisas, principalmente Dre, que vez ou outra tenta "consertar" os filhos.
Os personagens são divertidos e carismáticos, mas os meus favoritos são os gêmeos. Ambos têm sete anos e além de fofos, são muito inteligentes e adoram aprontar e chamar a atenção. Jack é o bebê da família enquanto Diana é a estranha, por ter uma inteligência acima da média e assustar as pessoas com sua sinceridade extrema. Quando os mais velhos, Zoey e Andre, começam a fazer certas coisas que alertam os pais, os mais novos ficam de lado e praticamente invisíveis na casa, porém ambos mantém o bom humor e tentam fazer com que os pais os notem.
A série já me conquistou no primeiro episódio, mas como a temporada tem apenas vinte e quatro episódios até o momento em que estou escrevendo essa resenha, não há muito o que falar dela, a não ser que é divertida e os personagens encantam. Dre é um pouco sem noção quando se trata de si mesmo, ele é orgulhoso e muitas vezes não consegue enxergar que está errado ao lidar com tal situação de tal maneira, e sua esposa está sempre abrindo seus olhos. Rainbow está sempre à procura de elogios e reconhecimento, não entende porque Dre leva crédito quando arruma a lava-louças e ninguém percebe quando ela cuida da casa toda, além de salvar vidas todos os dias no hospital onde é médica. Ela tenta ser uma mãe melhor para seus filhos e se aproximar deles, mas não presta a atenção no que eles estão falando e sentindo, pois está em briga constante com seus pensamentos. Zoey, a mais velha, não larga o celular e evita os pais a qualquer custo, e por ser popular e ter uma vida social nas alturas, praticamente ignora seus irmãos. Andre é dramático e também faz o radar dos pais apitar quando pede um bar Mitzvah. Os gêmeos são encantadores, inteligentes e espertos demais para suas idades. O avô das crianças, pai de Dre, é um homem mais rígido e não concorda com a forma que Dre ensina e educa seus filhos, um homem rabugento que sempre tem um jornal em mãos.
Black-Ish é uma série divertida que vale a pena acompanhar, principalmente para quem gosta de ver dramas familiares com uma pitada de bom humor. Até agora tem uma temporada apenas, e claro, alguns episódios são hilários enquanto outros servem apenas para passar o tempo, mas é uma série muito boa, e eu realmente espero que mais temporadas venham por aí.
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig