Resenha: Forever‏

Forever é uma série de televisão estadunidense que gira em torno de Henry Morgan, um médico legista em busca de uma solução para um mistério que lhe atormenta por mais de 200 anos, sua imortalidade. A série transmitida pela ABC nas noites de terça-feira desde 22 de setembro de 2014.
Henry Morgan é como qualquer outro médico legista criminal em Nova York, a única diferença é que ele tem mais de 200 anos de existência, e não faz ideia do por que não pode morrer. Ao decorrer dos anos, tentou se matar de várias formas diferentes, nunca obtendo sucesso. Sempre acabava num mesmo rio, debaixo de uma ponte, nu. Com a ajuda de seu amigo e filho adotivo, Abe, Henry tenta desvendar os mistérios de sua imortalidade ao mesmo tempo em que ajuda a Detetive Jo Martinez a solucionar assassinatos.
Não estava muito confiante de que ia gostar dessa série, já tenho minha cota de séries criminais, e ver que o personagem principal era imortal me deixou um pouco desanimada para assistir, mas então minha mãe disse que Forever era muito boa, e decidi arriscar. Fiquei vidrada e viciada já no primeiro episódio. A série tem humor, tem mistério, drama e ação, e acredito que venha um romance da parte de Henry e Jo na segunda temporada, e estou torcendo para que isso realmente aconteça.
Henry é um personagem solitário, está cansado de não saber de onde vem sua imortalidade e como mandá-la embora. Ele tem um dom impressionante de observação e sempre surpreende os detetives ao anunciar que um homicídio é suicídio, e que um suicídio é na verdade um homicídio. Ele olha as vitimas por alguns minutos e já consegue desvendar quase que por completo o mistério, tendo flashbacks de outras épocas que o ajudam a encontrar o verdadeiro assassino. Os flashbacks deixam a história ainda mais interessante, principalmente quando Abe e Abigail (esposa falecida do protagonista) estão neles. Ele era médico e ela enfermeira quando decidiram adotar Abe, durante a Segunda Guerra Mundial, e hoje o menino já tem mais de setenta anos, enquanto Henry continua com seus trinta e poucos.
Abe é um senhorzinho divertido que gerencia uma loja de antiguidades, coisas que Henry colecionou ao longo dos anos. Ele é a única pessoa que conhece o segredo do pai, e sempre que Henry morre e aparece no rio, ele está lá com uma muda de roupas para resgatá-lo. Isso quando a policia não chega primeiro...

Jo é uma detetive focada e competente que perdeu o marido recentemente, e já no primeiro episódio percebemos que ela está tentando esquecê-lo para seguir em frente. Ela e o Dr. Morgan começam a trabalhar juntos quando um acidente de trem mata pelo menos uma dúzia de pessoas (inclusive Henry, que estava no primeiro vagão, mas ele logo foi "transportado" para o rio). Eles então precisam encontrar o responsável pelo acidente antes que mais pessoas morram.
Forever é uma série interessante e cheia de mistérios, não consigo nem imaginar o que acontecerá na segunda temporada, fiquei de queixo caído com o final da primeira e me perguntando como Henry lidará com tantas coisas acontecendo em sua vida e ainda tentar esconder do mundo e de seus amigos seu segredo, acredito que uma bomba esteja chegando. Vale muito a pena acompanhar, principalmente se você gosta de histórias criminais e coisas do tipo.
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig