Resenha: Adotada‏

Essa semana trago uma resenha da série Adotada, espero que gostem!
Maria Eugênia é uma mulher de 27 anos que já foi adotada por dezenas de pessoas. Ela é produtora/modelo/apresentadora e participa de um programa da MTV (reality show) chamado Adotada, e a cada episódio, mora numa casa diferente. Ela já foi para casas grandes, pequenas, apertadas, roça e tantos outros lugares. O objetivo era ver se Maria Eugênia conseguia se adaptar às casas e às famílias, e vice-versa.

Não conhecia esse programa até ver minha irmã assistindo e passar a acompanhar com ela. É divertido, é engraçado, é até um pouco emocionante, e cheio de surpresas. Maria trabalha e é viciada em moda, então usa roupas extravagantes que chamam a atenção e gritam para o mundo que tem estilo, e isso muitas vezes incomodou algumas das famílias por onde ela passava, mas em momento algum ela deixou de ser quem era por causa de outras pessoas, muito pelo contrário, Maria Eugênia deixava bem claro que não se importava com o que os outros pensavam dela.
Um dos meus episódios favoritos é quando Maria vai para Noiva do Cordeiro, uma vila em Minas Gerais onde todo mundo vive perto e trabalha na roça, colhendo frutas, verduras e vegetais. Lá ela cuidou de animais e levou um pouco de vaidade para as mulheres que há muito não passavam um batom. Mulheres que trabalhavam todos os dias debaixo de um sol escaldante e que a receberam de braços abertos. A comida era feita em panelas enormes e cada um contribuía de uma forma.

A apresentadora é divertida e cheia de coisas novas para ensinar às pessoas com quem passa a conviver, mas não é todo mundo que a via assim. Muitas vezes aconteceram atritos e conflitos com seus "pais e mães", e ela precisou ir embora mais cedo (normalmente, ficava uma semana em cada casa). Maria sempre deixava um tipo de carta no final, um dossiê, se despedindo, agradecendo e falando o que gostou e não gostou da casa/família.
A primeira temporada é composta por 13 episódios, e vi há poucos dias a confirmação da segunda. É uma série ótima para passar o tempo, principalmente se você quer dar boas gargalhadas e conhecer um pouco da família brasileira, do norte ao sul. Não há muito o que falar da série, só vendo para tirar suas próprias conclusões, mas falo a verdade quando digo que Adotada é uma série que me fez rir muito. Vale a pena acompanhar.
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig