Resenha: A Bela e a Fera

Oii pessoas, tudo bem? Hoje trago para vocês a resenha de um filme francês que estava muito ansiosa para ver! 
Título do filme: La belle et la bête (A Bela e a Fera)
Gênero: Fantasia, Romance 
Dirigida por: Christophe Gans 
Atores principais: Lêa Seydoux, Vincent Cassel 
Sinopse: Na trama, passada em 1810, após o naufrágio de seu navio, um comerciante financeiramente arruinado exila-se no campo com seus seis filhos, três rapazes e três moças. Apenas a filha mais nova, Bela, uma menina alegre e cheia de graça, fica entusiasmada com a vida rural. O destino surge implacável de novo, e quando o pai arranca uma rosa para a filha de um jardim encantado e é condenado à morte pelo proprietário do castelo, um monstro. A destemida Bela oferece-se no lugar do pai, mas uma vez dentro do palácio, encontra não a morte, mas sim uma vida estranha, cheia de magia, luxo e tristeza. Todas as noites, sem exceção, Bela janta com a fera, e todas as noites ela é visitada por sonhos que retratam a triste história dela. O gigante começa a se sentir cada vez mais atraído pela bela jovem, que usa toda a sua coragem para chegar ao fundo da maldição que atormenta seu estranho admirador. 

Um dos meus filmes preferidos da Disney é "A bela e a fera" , por isso queria tanto assistir essa nova versão da historia. Há muitas diferenças entre as duas, mas elas não fizeram com que uma seja melhor que a outra. 

Essa adaptação é mais sombria que a animação, o que me fez gostar bastante, mas eu acabei sentindo um pouco de falta de alguns personagens como o maître d' Lumière, o mordomo Horloge, a cozinheira Madame Samovar e seu filho Zip, o que pode ter sido bom, pois os efeitos especiais do filme ficam um pouco a desejar. 

No decorrer da historia que vamos descobrindo o que levou o príncipe a ficar daquele jeito, o que é bem diferente do desenho. Os atores que interpretaram os protagonistas ficaram muito bem, eu ja gostava bastante da Léa Seydoux, que fez "Azul é a cor mais quente", e ela está lindíssima de Bela, já o Vincent Cassel, confesso que fiquei com o pé atrás quando vi que ele ia fazer o papel da Fera, mas até que gostei dele. 
Eu recomendo o filme para quem gosta da historia da Bela e a Fera, mas já aviso que essa adaptação não é bem feita, com efeitos especiais bons, entretanto, quem não importar tanto com isso, pode até acabar gostando. 

Então até a próxima semana e espero que tenham gostado da resenha. Beijos!
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig