Como surgiu: Caneta

Eu amo canetas! De todos os tipos, tenho coleções e sempre que posso compro mais, pois nunca é demais uma caneta, não é? Foi comprando canetas essa semana que eu pensei em como será que elas surgiram, e resolvi pesquisar e trazer à vocês aqui do Blog.

As canetas modernas tiveram os tataravôs que foram pequenos pincéis que os chineses usavam para escrever por volta de 1000 a.C. Lá pelo ano 300 a.C., as varetas de bambu faziam sucesso entre os egípcios. Nas ruínas de Pompéia (cidade italiana destruída pelo vulcão Vesúvio no ano 79), foi encontrada uma espécie de caneta com ponta de bronze. Mas os que mais mantiveram sucesso foram os modelos feitos com penas de aves. Os gansos sofreram até o final do século XIX, quando as primeiras canetas-tinteiro foram fabricadas nos Estados Unidos. A popular esferográfica só entraria em cena no século XX. O mecanismo foi patenteado em 1938 pelo húngaro Lazlo Biro. Ele levou seis anos para aperfeiçoar um objeto que hoje parece tão simples. Na época dos primeiros modelos, uma caneta de Biro custava quase 100 dólares! 

Atualmente elas são usadas no mundo todo e cada dia que passa é lançado mais modelos que fazem dessa tecnologia um grande bem para todos.
Share:

Nenhum comentário

Postar um comentário

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig