Olá verão!

O verão chegou hoje, dia 20! Com ele, muitas pessoas vão nadar, ir à praia, viajar em lugares muito quentes ou fazer coisas do tipo. Por isso, tenho aqui umas dicas importantes pra você que quer se proteger do Sol, calor e secura. 

Cuidados com o Sol
Evite tomar sol entre 11h e 17h (horário de verão), o sol em excesso pode ser muito prejudicial ao organismo, provocando desde queimaduras, manchas e alergias até câncer de pele. Mas o sol na medida certa pode ser bom para o tratamento de doenças de pele, como a psoríase, a dermatite e a seborreia. 
Outra boa dica para se proteger do sol é refrescar-se na sombra de um guarda-sol, de uma barraca ou de uma árvore. 
Não se esqueça de passar um protetor solar adequado para seu tipo de pele e de tomar bastante líquido. Mesmo nos dias nublados use sempre filtro solar. Proteja sua pele em todas as atividades ao ar livre. 

Bronzeadores e Protetores 
Independentemente do tipo da sua pele, você deve sempre usar um filtro solar adequado e utilizar essas dicas:
1. Passe o filtro pelo menos meia hora antes de se expor aos raios solares.
2. A cada 2 horas faça uma nova aplicação do filtro solar.
3. Não esqueça de aplicar o filtro também nas mãos, orelhas, pálpebras e pés, que recebem a mesma incidência do sol.
4. Utilize também protetor labial e protetores para o cabelo para amenizar os efeitos da água do mar ou piscina.

Cabelos
Cabelo oleoso - O calor excita a secreção de glândulas sudoríparas e sebáceas. Por consequência, o cabelo geralmente fica mais oleoso e úmido, tornando-se um local ideal para a proliferação de fungos e, principalmente, de bactérias. Para prevenir infecções, são recomendados xampus à base de cetoconazol, que são anti-sépticos, antiseborreicos e antifúngicos. Esses produtos, no entanto, só devem ser usados sob receita médica.
Cabelo ressecado - Por outro lado, a exposição ao sol, ao sal do mar e ao cloro da piscina também pode levar a uma desidratação do cabelo. Quem tem o cabelo seco sofre mais ainda. Máscaras capilares reidratantes podem ser eficientes. A dica é lavar o cabelo com menos quantidade de xampu, assim como deixá-lo menos tempo na cabeça.
Crescimento do cabelo - Como o metabolismo é mais acelerado no calor, o cabelo cresce um pouco mais rápido nesta época do ano, deixando as pontas indesejáveis. 

Cuidados na Praia
Ao andar descalço na praia cuidado com a areia quente e também com as doenças provocadas por larvas ou fungos que se escondem na areia. De preferência use um chinelo leve e confortável. 
Se você não conhece a praia não nade aonde o nível da água ultrapasse a altura do peito, para não ficar a mercê da ação das correntes. Em dias de ondas fortes evite entrar no mar e procure praias mais abrigadas. Caso a praia possua salva-vidas peça orientação sobre as condições do mar e os melhores lugares para banho. Sempre respeite o mar e não ultrapasse seus limites.

Dia-a-dia
Você pode ter dificuldade para dormir. Manter a cuca fresca (em todos os sentidos) é fundamental para iniciar uma boa noite de sono. O cérebro precisa de um tipo de temperatura baixa para poder acionar o sono; por isso, as pessoas geralmente têm mais facilidade de dormir em dias frios. Manter os pés aquecidos, no entanto, ajuda a fazer o cérebro perder temperatura para o resto do corpo. Outro inimigo do sono é o suor provocado pelas noites quentes, que pode fazer a pessoa acordar várias vezes no meio da noite. Ar condicionado e ventiladores são aliados nessa hora. Além de deixar a temperatura mais agradável, o barulhinho contínuo desses aparelhos também ajuda a embalar o sono (desde que seja barulhinho!).
Comum também são as dores de cabeça. A maior parte das dores de cabeça recorrentes é causada pela enxaqueca. O paciente com enxaqueca tem o cérebro hiperexcitável e reage mal a estímulos como estresse, calor, sol, jejum, privação de sono etc. No verão, a exposição excessiva ao sol, a mudança súbita de temperatura do clima e o trânsito entre ambientes refrigerados e quentes podem deflagrar crises. Tomar líquidos muito gelados estando com muito calor ou muito suado também não é bom para quem tem enxaqueca. 


Falta de apetite
Sim, pra nós mulheres isso é tão bom né? Você emagrece no verão, como o organismo precisa baixar a temperatura do corpo, é natural uma diminuição do apetite. O próprio corpo tem mais necessidade de líquidos do que de comida. Alimentos menos calóricos e mais leves dão menos trabalho na hora da digestão. O consumo predominante de frutas, legumes e verduras são recomendados. E nunca se esquece, ÁGUA, muita muita água!


Dificuldade de respirar
No verão, existe uma maior concentração de ozônio no ar. Esse tipo de poluente levar o organismo a fechar as vias aéreas e limitar a amplitude da respiração como forma de defesa. O ozônio é o resultado da ação do calor e do sol sobre outros poluentes que saem das chaminés das fábricas de dos automóveis. Por isso os maiores níveis de ozônio não são encontrados necessariamente onde há fumaça. Na cidade de São Paulo, os maiores níveis de concentração ficam nos parques, como o Ibirapuera e o pico do Jaraguá. Esses lugares devem ser evitados nas horas do dia de maior insolação. Criança expostas muito tempo ao ozônio têm menor capacidade de desenvolvimento pulmonar.


Outros
Insetos - Não se esqueça de levar na bagagem um bom repelente, de preferência natural, para que aqueles insetinhos insuportáveis não estraguem sua viagem.
Exercícios na praia - Exercícios na praia são uma prática muito saudável, mas comece devagar, sem exageros e faça alongamento antes pois a areia fofa pode provocar lesões.
Hidratação - Não se esqueça de ingerir bastante líquido e manter o corpo bem hidratado, pois sob sol forte o corpo transpira muito mais.
Resfriados - O organismo precisa de um tempo para se adaptar às mudanças de temperatura comuns nesta época do ano. As alterações bruscas de clima alteram o equilíbrio do organismo podendo causar resfriados e crises asmática, assim como desencadear uma rinite alérgica.
Pressão baixa - A pressão pode baixar no calor, como consequência da vasodilatação. Embora seja uma tendência natural, nem todas as pessoas ficam com a pressão baixa. Quem já tem tendência à pressão baixa deve se hidratar ainda mais.
Desmaio - Algumas pessoas expostas muito tempo ao sol podem sofrer desmaio, que também está relacionado com a pressão baixa e a desidratação.
Fraqueza - Aquela vontade de não fazer nada típica do calor também pode ser efeito da pressão baixa e da desidratação.

Fiz uma listinha de produtos bons para você usar no verão:

ENCONTREI TUDO NAS LOJAS LÍVIA
CLIQUE AQUI E ACESSE 






























Aproveitem e anotem essas dicas, nunca deixe de passar protetor e beber muita água hein? O verão é bom, mas com as mudanças de clima é muito muito calor por isso não deixe de se cuidar. É bom lembrar também que além desses problemas, o verão atraí muitas doenças como, Dengue, Leptospirose e Hepatite A. Fique atento e aproveite muito esse verão delicioso! 
Share:

2 comentários

  1. Nossa amor, amei as suas dicas, foi seu melhor post aqui no blog! *-* Tenho certeza que quem seguir as suas dicas irá curtiu bem melhor esse verão! Continue assim meu amor, o blog ta crescendo a cada dia mais, todos estão gostando! ♥

    ResponderExcluir
  2. Awn obrigada de verdade amor, seu apoio é tudo pra mim! Te amo demais <3

    ResponderExcluir

© Depois que crescemos | All rights reserved.
by pipdig